Chapa encabeçada pelos Vereadores Júnior Souza e Gilvan Alves é eleita para o biênio 2023/2024



A Câmara Municipal de Apodi realizou, na manhã dessa quinta-feira (21), duas sessões legislativas. Na primeira sessão foi discutida e aprovada a reformulação do novo regimento interno e lei orgânica em primeiro turno. Após a emenda do vereador Ângelo de Dagmar ser rejeitada pela maioria, o clima esquentou por conta da votação e houve uma saída coletiva dos vereadores ligados à bancada do prefeito.


Antes do encerramento e abertura de nova sessão, foi apresentado requerimento de autoria dos vereadores Gilvan, Andreazzo, Filipe, Laete, Júnior Carlos, Alexandre e Carlinhos para que fosse convocado as eleições para presidência do biênio 2023/2024 na sessão que seria aberta. Acatado pela presidência.


Na sessão aberta, subsequentemente, foi apreciado em 2° turno o projeto da nova Lei Orgânica, aprovado pela unanimidade. Logo após, foi atendido o requerimento da sessão anterior. Foi apresentada chapa única na eleição, sendo eleitos por unanimidade dos presentes. 8 votos que reconduzirão o vereador Júnior Souza como presidente da Casa no próximo biênio.


Mesa diretora do biênio 2023/2024:


Presidente: Júnior Souza

Vice-presidente: Gilvan Alves

1° Secretário: Filipe Gustavo

2° Secretário: Laete Oliveira


Vereadores que saíram da sessão antes da votação:

Ângelo, Charton, Railton, Adailton e Ednarte.


Segunda derrota do Prefeito Alan Silveira

A sessão dessa quinta-feira (21) foi marcada pela segunda derrota consecutiva do prefeito Alan Silveira dentro do seu próprio grupo governista.


Na primeira eleição da presidência da Casa, Alan e seus correligionários tentaram emplacar o nome do vereador Railton Diógenes, porém, obtendo êxito apenas para uma vice-presidência.


Rumores de bastidores davam Railton como próximo Presidente da Casa no biênio 2023/2024. Porém, novamente, sem poder de articulação dentro do próprio grupo, não conseguiu apoios suficientes.


Desta forma, o grupo [aparentemente rachado] do prefeito Alan Silveira, se dividiu em dois blocos, contado de um lado os vereadores Laete (MDB), Júnior (MDB), Filipe (PL) e Andreazzo (PL). E do outro lado, os vereadores Charton, Adailton, Ednarte e Railton do MDB e Ângelo do Solidariedade.


Articulação da Oposição

Aparentemente mais madura e com mais jogo de cintura na Câmara Municipal, os vereadores Alexandre, Júnior Carlos, Carlinhos e Gilvan emplacaram a vice-presidência da Casa.


No vácuo da falta de liderança e diálogo do Prefeito Alan Silveira, [que não conseguiu unir seu bloco na eleição] a oposição de forma madura e articulada soube aproveitar o espaço deixado.


Resta saber como ficará a condução dos trabalhos nos próximos capítulos dessa história e como se comportará o prefeito Alan com essa nova derrota.

0 comentário