Detran-RN suspende parte dos atendimentos presenciais



O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) suspendeu parte dos atendimentos presenciais até 12 de março para atender a portaria do governo do Rio Grande do Norte, que determinou suspensão de atendimento ao público externo em órgãos públicos estaduais. Porém, alguns serviços foram mantidos.


As provas teórica e prática para habilitação de novos motoristas, por exemplo, serão mantidas, além dos exames médicos e psicológicos. Os serviços online também estão todos mantidos, segundo o órgão.

De acordo com o Detran, as medidas têm intenção de minimizar a suspensão dos serviços, pensando no seu público-alvo. As decisões foram tomadas após reunião técnica da equipe de gestão, "de forma controlada em relação ao fluxo de pessoas e seguindo rigorosamente os critérios sanitários estabelecidos pelas autoridades sanitárias estaduais".

Serviços mantidos

  • Renovação de CNH (Serviço on-line – Site Detran/RN);

  • Segunda via de CNH (Serviço on-line – Site Detran/RN);

  • Emissão de Permissão Internacional para Dirigir (PID) - (Serviço on-line – Site Detran/RN);

  • Emissão de CNH Definitiva (Serviço on-line – Site Detran/RN);

  • Prova Teórica de Habilitação (Presencial Unidades - Sede Natal e Mossoró);

  • Prova Prática de Habilitação (Presencial Unidades - Sede Natal e Mossoró);

  • Prova Prática Itinerante.

  • Exames Médicos (Presencial em Natal e Mossoró - Clínicas Credenciadas pelo Detran);

  • Exames Psicológicos (Presencial em Natal, Mossoró e Parnamirim - Clínicas Credenciadas pelo Detran).

  • Liberação de Veículos Apreendidos (Presencial - Unidades - Sede Natal e Mossoró).

  • Manutenção Semafórica (Equipe Presencial);

  • Serviço de avaliação técnica e sinalização das rodovias estaduais (Equipe Presencial).


Outros Serviços disponíveis no site do Detran/RN (on-line)

  • Emissão de Boletos;

  • Consulta de Veículos;

  • Emissão de CRLV digital;

  • Consulta de Condutor;

Unidades estão com serviços suspensos até o dia 12 de março ou até melhoria dos índices da pandemia.


FONTE: G1 RN

0 comentário