[Enem]: Em Apodi, o primeiro dia é marcado por reivindicações nas redes sociais


Foto - Reprodução

Neste domingo (21), em todo o país, as provas do Exame Nacional de Ensino Médio - Enem é aplicada para mais de 3.109.762 pessoas que se inscreveram para essa edição da prova. O primeiro dia de provas serão 90 questões de múltipla escolha divididas entre linguagens, códigos e suas tecnologias e ciências humanas e suas tecnologias. Os estudantes têm ainda que fazer uma redação.


Em Apodi, através de suas contas pessoais nas redes sociais, vários professores protestaram pela falta de transporte público para os alunos, que segundo eles, devia ser fornecido de forma gratuita pela Prefeitura Municipal.


Em alguns "posts" na plataforma do Instagram [uma rede social online de compartilhamento de fotos e vídeos entre seus usuários] era destacado ações como a da prefeitura de Riacho da Cruz-RN, que além de fornecer o transporte, distribuiu kit's com: caneta, chocolate, bolacha e mensagem motivacional ao alunos.


Em sua conta, o Prof. Me. Pedro Bandeira defendeu que pelo menos o transporte fosse fornecido para aqueles [alunos] que estão fazendo prova nas dependências do Instituto Federal de Educação, Ciência e Tecnologia do Rio Grande do Norte - IFRN, que fica distante cerca de 7 quilômetros do centro da cidade.


Até o momento, a Prefeitura não se manifestou sobre o assunto.


Crise no Inep: servidores reúnem e entregam denúncias de assédio e interferência ao TCU e à CGU

Às vésperas do Enem, grupo afirma que instituto vive 'crise sem precedentes, com perseguição aos servidores, assédio moral, uso político-ideológico da instituição pelo MEC e falta de comando técnico'. Inep não se manifestou.


Servidores do Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) reuniram em um documento nesta última sexta-feira (19) uma série de denúncias de assédio e interferência, em meio à crise vivida pelo órgão.


Na lista está "possível intervenção e risco ao sigilo" na prova do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) 2021, marcada para os dois próximos domingos (dias 21 e 28).

O documento de 36 páginas foi compilado pela Associação dos Servidores do Inep (Assinep) e entregue a entidades e órgãos de controle como o Tribunal de Contas da União (TCU) e a Controladoria-Geral da União (CGU). [Leia Mais Aqui].


Informações: G1

0 comentário