Jornalista Francileno Góis morre em decorrência da COVID-19



O jornalista e repórter policial Francileno Góis faleceu na manhã dessa quinta-feira em decorrência do novo coronavírus. Francileno estava internado desde o último dia 8 de abril no Hospital Regional Cleodon Carlos de Andrade, na cidade de Pau dos Ferros.


O jornalista morava na cidade de Caraúbas/RN, mas trabalhava há mais de 10 anos como jornalista policial do grupo TCM Telecom, de Mossoró. A morte do repórter simboliza uma grande perda para o jornalismo do Rio Grande do Norte. Através das redes sociais, o companheiro de profissão Vonúvio Praxedes lamentou a morte do colega: "Perdemos um dos maiores repórteres do país", publicou.

0 comentário