O fosso da Pandemia é o 'Fura Fila' na vacinação



Por: Luis Marinho


Em 09 dias desde o início da Vacinação contra o Novo Coronavírus no Brasil, somente o Ministério Público do Estado do Rio Grande do Norte (MPRN) contabiliza a expressiva marca de 200 denúncias de casos de "fura fila", até o presente momento.


Infelizmente, no nosso país, o famoso 'jeitinho brasileiro' tem jogado a "Ordem e Progresso" estampado na bandeira nacional, na lama. Em todos os níveis e esferas de organização, existem relatos e mais relatos dessa pratica imoral e criminosa.


No Rio Grande do Norte, o caso mais alarmante envolve o prefeito de Natal, o Sr. Álvaro Dias, que prestes a chegada da vacina anunciava que seria o primeiro a ser vacinado no município. Com a cobrança popular, voltou atrás de sua decisão e não tomou a vacina - é bem verdade que o mesmo é médico, porém, afastado de sua função e longe da linha de frente, devido ao cargo Executivo de Prefeito - o mesmo ficou sem justificativa plausível e moral para tal ato.


Em vídeos e relatos nas redes sociais, é possível ver imagens (vídeos) de agentes de saúde forjando a aplicação da vacina em idosos e em outros colegas de profissão. Qual seria esse intuito? O que ganharia com isso?!


Deste modo, constatamos negligência e favorecimento partindo daqueles que, em sua grande maioria, estão incumbidos moralmente de resguardar o direito ao acesso de modo justo e ético na aplicação das vacinas.


PELO MENOS 20 AUTORIDADES SÃO INVESTIGADAS EM NOVE ESTADOS POR FURAR FILA DA VACINA


Mas não é de se assustar. Em um país que, em algumas microcidades e até Estados, o acesso a serviços oferecidos pelo SUS - Sistema Único de Saúde - precisa de 'apadrinhamento político' ou pelo menos um QI ('Quem Indique') ligado a um cargo público eletivo.


É por esse motivo que não teríamos como achar que, mesmo diante de uma das maiores pandemias que já vivemos - e particularmente a única, até aqui - o favorecimento e a famosa pratica de 'fura fila' não ocorreriam. Seria no mínimo esperar demais de organizações que possuem em seu alicerce a prática da corrupção.

No RN temos diversos políticos que se orgulham em dizer que conseguem 'furar fila' e fornecer exames, cirurgias e atendimentos mais difíceis para a população, prática que é utilizada inclusive como moeda de troca no período de eleições. Daqui a pouco, os mesmos irão dizer 'orgulhosamente' que estão vacinando seus correligionários.


MPF vai apurar 'perda operacional de vacinas


O 'fura fila' tem ganhado tanto destaque que já vimos tentativas até mesmo que - diria de forma irônica - institucionalizada para que pessoas de muita influência sejam inseridas no rol taxativo das prioridades.


Porém, há relatos de tentativas de suborno, extravio para familiares de funcionários e outras formas que ainda não foram descobertas. Fica o grande pensamento: "Realmente vale a pena nos salvar as custas da vida de outros?".


Hoje, encerro essa coluna de opinião com a insatisfação de dizer a vocês que, o grande mal, diria até mesmo, maior PANDEMIA que nossa humanidade enfrenta é a falta de empatia pelo próximo. Ao ponto de nos julgarmos melhores e de forma trivial, escolher nossa vida em detrimento do outro, pior, daqueles que possuem uma condição de saúde delicada.



0 comentário